Em Sousa projeto de Lei deverá multar usuário que for flagrado desperdiçando água
10 maio 2015 às 11:17 am

Em Sousa projeto de Lei deverá multar usuário que for flagrado desperdiçando água

O Município de Sousa passa por um sério problema de falta de água potável para o consumo humano. O Açude de São Gonçalo, principal manancial que fornece o preciso líquido, se encontra atualmente com menos e 4,5 milhões de metros cúbicos. A previsão que em quatro meses não exista mais água potável para beber.

Diante dos acontecimentos, o DAESA – Departamento de Água, Esgotamento, e Saneamento Ambiental deverá apresentar através do Prefeito, André Gadelha, um projeto de lei ao Poder Legislativo para coibir abusos de desperdiço de água que acontecem em vários pontos, e bairros da sociedade sousense.

Entre as medidas que deverão ser constadas na Lei estão: pagamento de multas severas para quem for flagrado praticando tais delitos.

Conforme informações apuradas pelo FOLHADOSERTAO, as medidas são enérgicas, e a fiscalização também junto aos usuários do DAESA.

O Projeto que ainda será encaminhado à Câmara de Vereadores de Sousa aponta que irrigar bananeira, coqueiro em casa, poderá pagar multa de até 2 mil reais por cada pé de planta.

Lavar moto, banho em cachorro com mangueira na calçada deverá gerar multa de R$ 50 reais. Micro-ondas, caminhonete, veículos de passeio, multa de R$ 100 reais. Regar os jardins com mangueira, multa de R$ 200 reais. Dependendo o caso, as multas serão aumentadas.

Comente